As verdadeiras razões...

Tudo começou no dia 2 de Janeiro deste ano...
Como a passagem do ano parecia não ter chegado, vamos la combinar uma nova saída. Desta vez num local diferente, mais calminho (a pasagem do ano tinha sido de arromba, logo as energias não eram muitas) mas as expectativas de uma noite animada eram óptimas, o clima tava gelado..algo que o Sr. Álcool não resolvesse.
O combinado foi: o 1º a ficar "demasiado" bebado apanha um táxi e vai para casa.
Round 1: 1 shot de tequilla. Começámos bem... detesto shots e muito menos de tequilla... o que gosto mesmo, mesmo é de Whisky, Jameson de qualquer maneira! Mas como isso era "bebida da moda" tava proíbida de beber, bebia o que os rapazes bebessem!
Pausa: o shot soube-me muitoooo mal... "intervala-se" com um Jameson para que o sabor desapareça.
Round 2: Tequilla, dois dedos de conversa e boom boom e vai para dentro... grrr continua a saber mal!
Pausa: "intervala-se" novamente com um Jameson para que o sabor desapareça.
Round 3: Tequilla. É nesta altura q a conversa anima, ate lá contavam-se as aventuras das férias de natal.
Pausa: Outro Jameson.

Noite já tinha aquecido, e eu sem entender o porquê!

Nos momentos de pausa havia quem bebesse Absinto, Jack Daniels ou mesmo uma boa cervejinha.

Round 4: Vai mais outras tequilla como quem não quer beber!!

É neste momento que alguém se levanta da mesa, branco q nem a cal e vai directo para a casa de banho... O meu pensamento foi: "este já 'tá arrumado" =) Sai do W.C branco e com uns olhos... e diz q se vai embora! Para ele a noite tinha acabado, se eu tivesse sido espertinha para mim também deveria ter acabado mas não... continuei a beber como se não ouvesse amanhã...

Mais whiskyzinho, mais um shot... mais 1/2 whisky e um shot de oferta e já nao via nada! Também eu tava arrumada... no entanto a noite ia longe de acabar sem antes irmos todos para uma Ladies night. Ora ainda tenho direitoa mais 3 bebidas, oh que chato!! Bebi essas e mais outras...

Em conclusão já não dizia coisa com coisa, mas ainda continuava a andar pseudo-direita!
Já em casa ria-me que nem uma perdida, nao deixando ninguém dormir... Ao levantar umas horas depois aí sim, vi o estado em que continuava a estar, sentia a tal bebedeira que nem as pernas mexia. Tinha de ser mais forte que o álcool e levantar-me da cama para ir para as aulas. Foi uma proeza ter chegado à universidade. Consegui ir a 5 minutos de aula e sair porta fora porque a má disposição era mais que muita.. Era uma ressaca que só no dia seguinte é que passou, qual Guronsan qual quê.
Desde esse dia NUNCA MAIS... serviu-me de lição a pior ressaca do mundo!!! É que nem no dia em que fiz 25 anos toquei numa pontinha sequer de álcool!

0 comentário(s)..FALTA O TEU !!:

Traduz-me!!!

Vale a pena ajudar...

Vale a pena ajudar...
Carrega na imagem

How I feel today...

How I feel today...

Tem horas que me diga?!

Fãns!!!


Recortar pelo picotado!